Grécia – Atenas

 

 

 

Alguns dos conceitos mais elementares e incorporados desde sempre à civilização ocidental  se originaram na Grécia. Áreas da ciência, filosofia, e até mesmo a democracia nasceram aqui, junto com inúmeros ícones da poderosa civilização que brilhou e desempenhou seu papel fundamental na história juntamente com as civilizações egípcia e romana.

Arte, organização social, teatro, mitologia. As origens da Grécia estão no nosso dia-a-dia. Isto  contribui para que a visita seja sempre permeada de encantamento e uma aura de mistério indispensável a uma  viagem inesquecível.

Mas não é só isso. A Grécia é bonita. Muito bonita. Segundo um poeta local “A Grécia é na Água”. Com mais de 2.000 ilhas espalhadas pelo mar Egeu, a Grécia fica na água. A brancura alva de sua arquitetura, mais antiga que a própria história, contrasta com o mais profundo azul.

 Atenas 

Capital da Grécia onde vive aproximadamente um terço da população do grega, fica na área continental do país.

Atenas ganhou seu nome em homenagem à Deusa da sabedoria Athena que ganhou a cidade após derrotar Poseidon em um duelo. A vitória foi comemorada com a construção de um templo na Acrópolis, local dos primeiros assentamentos na cidade.

A cidade é poluída e o trânsito caótico. Misturados aos clássicos da arquitetura da antiga Grécia estão edifícios de concreto, erguidos durante a urbanização de século XX, o que deixa muitos visitantes frustrados, esperando encontrar uma cidade inteiramente preservada em mármores.

No entanto, Atenas ostenta inúmeros monumentos bizantinos, medievais e do séc. XX e áreas de uma beleza natural surpreendente.

Apesar do trânsito a qualidade de vida se torna evidente nas tavernas, cafés e no labirinto de ruas ao redor do bairro Plaka.

A cidade tem os melhores restaurantes e a mais variada vida noturna do país.

Durante o Festival de Atenas e Epidauro,  entre maio e outubro anualmente,   a cidade se mantém  como um importante centro cultural europeu  .

Mais de 3 milhões de turistas visitam a Grécia todos os anos, sendo que muitos  apenas passam pela capital, a caminhos das ilhas.

Se for pegar um taxi na rua, atenção para os carros oficiais: são amarelos e ostentam o número de licença em vermelho e branco.Não se assuste se o taxista parar no trajeto para pegar outros passageiros indo na mesma direção. Isto é comum em Atenas. No entanto, a corrida não será rateada entre os passageiros. Quanto a gorjetas, os taxistas esperam que os clientes os deixem ficar com o troco, portanto, é bom manter notas trocadas na carteira para pagar  o táxi.

Atrações de  Atenas:

- Acrópole -  Visível de quase todos os pontos da cidade é o mais antigo e importante monumento histórico da civilização ocidental. O ponto central do conjunto de prédios que formam a Acrópole é o Partenon, cuja construção data de 500aC. Na época o local abrigava a estatua gigante da Deusa Athena e servia como local de guarda dos tributos do Estado. O prédio do Partenon, tal como foi originalmente projetado no período de Péricles há 2.500 anos, foi erguido totalmente em mármore, ao contrário, do que muitos pensam, não era branco, e sim completamente adornado com esculturas e pinturas coloridas.

-Plaka é o bairro que cobre toda a área abaixo da Acrópolis. Apesar de ter sido muito comercializada, esta é a área mais agradável para ser explorada à pé.Ruas estreitas são margeadas por edifícios do sec. XIX, construções Otomanas, lojas de souvenirs e movimentadas tavernas. Aqui está também a Ágora Romana, centro cívico erigido pelos romanos em substituição da Ágora Antiga. A Torre dos Ventos é a principal edificação dessa região , construída pelo astrônomo Andronikos Kyrrestes no sec. I aC. e tinha  diversas funções: relógio de água, compasso e cata-vento.

Em particular, ANAFITIKA – na base da Acrópole – é uma deliciosa área que recria os estilos e atmosferas de uma vila grega. Além de simplesmente caminhar pelas ruas ou sentar-se num café para observar o movimento, o ponto alto de PLAKA são seus vários museus.

- Monastiráki na ponta do distrito de PLAKA, está este grande mercado de pulgas, onde é possível comprar móveis, antiguidades, livros e souvenirs. Suas ruelas são animadíssimas, sobretudo nas férias de verão, quando Atenas fica lotada. Como já é tradição, nesse tipo de comércio, pechinchar é recomendável. A área vizinha de PSIRRI é o lugar da moda para bares, restaurantes e vida noturna.Suas ruelas são animadíssimas, sobretudo nas férias de verão, quando Atenas fica lotada.

- Jardins Nacionais  o Ethniks Kipos (Jardins Nacionais) é como um oásis para descansar os olhos depois de muitas visitas culturais. Os jardins têm pavões e um pequeno museu de botânica. Está bem próximo a Plaka e ao Templo de Zeus.

- Olympieion (Templo de Zeus): Nas proximidades dos Jardins Nacionais e de Plaka, encontramos um dos maiores templos do mundo antigo dedicado a Zeus. Sua construção teve início em  515 a.c

-Museu Arqueológico Nacional Fundado em 1891, esse museu reúne algumas das mais representativas descobertas da Antiguidade clássica grega, bronzes, armas, mármores, esculturas, capacetes, etc. Uma das principais atrações turísticas de toda a Grécia, mesmo para aqueles que não são muito chegados em museus.

-Novo Museu da Acrópole inaugurado em  20 de junho de 2009 .Não está na colina como o antigo museu , mas se tem uma linda vista da fachada sudeste da Acrópole de dentro  do novo museu.Os números do museu são impressionantes: 21.000 m², sendo 14.000 m² destinados as exposições, custou 130 milhões de euros, contém 4.000 objetos.São três andares e no térreo se encontra a bilheteria , loja , café ,etc..Assim , em Atenas tem que achar um tempo para dar uma olhada no museu lindo por fora e lindo e cheio de história por dentro .IMPERDÍVEL.

Informações práticas

Site museuhttp://www.theacropolismuseum.gr

Localização: a 300 metros da Acrópole, no lado sudeste. Para chegar de metrô, pegue a Linha 2, e desça na estação: Acropolis.

Horários:De terça a domingo, das 08:00 às 20:00 horas, última admissão permitida às 19:30 horas.

Deixe um comentário

Seu e-mail não será divulgado.