Grécia | Tessalônica ou Salônica

 

 

 

Fazer um cruzeiro no SILVER CLOUD pela Turquia, Grécia, Bulgária e Romênia, pode ter certeza,  é uma ótima ideia. Principalmente  para quem quer conhecer o mundo  que poucos  ocidentais andaram.

Um dos lugares que ancoramos foi Tessalônica na Grécia.

De todos os lugares previstos para ancorar, a Tessalônica era o mais esperado.

Depois que caiu nas minhas mãos o livro O FIO, de Victoria Hislop, cada página que eu lia, me interessava mais em conhecer esta cidade. Acabei o livro na noite anterior ao desembarque.

E desci no porto e conheci tudo que foi possível . A Avenida Niki e as parelelas Tsimiski e Egnatia  são ruas citadas no livro, movimentadas e  com comércio intenso.A torre Branca, Praça Aristóteles, Rotunda, Arco Galerius, Museu Arqueológico… E eu imaginando a vida ali,  pelos idos 1917,  quando inicia o livro.

No topo da cidade vestígios da antiga citadela e muralhas e mais acima o monastério  , que data do ano de 1371,  ainda em funcionamento.

Fui  na pequena igrejinha de Hagios Nicholas Orphanos, perto das muralhas ao leste da cidade. Lá iam os  bravos e sofridos imigrantes suplicar e agradecer. Pois lá teve muito  sofrimento.

A pequena  igreja, em um jardim murado e duas capelas.Foi o que restou  de um monastério. Um mural com uma das mais complexas pinturas da Tessalônica ainda esta preservado  nesta igreja.

Deixe um comentário

Seu e-mail não será divulgado.